7 de fevereiro de 2011

Um caminhar no despertar


Sinto que não sinto,
Teus olhos, me fugindo.
Um porque, gostava de te interrogar
Mas, sinto que não estou sentindo.

O tempo vai passando
E sinto que estou sentido
Mas, tarde se vai tornando
E um ADEUS se vai aproximando.

Que coisa estranha
Primeiro estávamos nos amando
E agora um adeus nos estamos dando?
Enfim.... O amor é mesmo assim!

De: Diego Monteiro

Sem comentários:

Publicar um comentário