13 de novembro de 2009

Inferno de amar


Tudo acabou
Tudo se transformou...
Num pequeno instante
Ficaste distante.

Um vazio no olhar
Terminou com o pulsar...
Naquele instante
Terminou o brilhar.

A ti te peço que voltes para me acompanhar
Neste caminho,
Sem que me voltes a abandonar

Volta! Volta! Volta....!
A distância não terminara com o meu amar
Mas sim com o meu caminhar.
De:Diego Monteiro

4 comentários: