27 de abril de 2016

Recua

Não fiques agarrado
A esta ideia que te rodeia.
Liberta a confiança
Que pode ter o confiar.
No que se assemelha ou na verdade
Do que te rodeia.

Confiança essa
Cuidado com ela
Pode ser cara a fiança
Que um dia tenhas de vir a pagar.

Desconfia,
Da sobra que te guia.
Pois eu desconfio
Que a confiança já
só confia a desconfiar.

De: Diego Monteiro 

Sem comentários:

Publicar um comentário